30 de dezembro de 2009

2010!

Mais um ano que se passa. E como passou rápido! Me lembro até de ver os fogos da festa de ano novo passada. Foi um ano feliz, pelo menos para mim. (: Nesse ano de 2009, eu comecei o ensino médio, minha afilhada nasceu, fiz novos amigos, continuei minha amizade com os velhos amigos, descobri que gosto de dançar tanto quanto atuar (se não mais), a minha turma foi incrível. Eu também assisti muitos filmes bons, li livros melhores ainda, meu gosto musical melhorou imensuravelmente. Queria que houvesse uma Mariápolis desse ano para nossa região, infelizmente não foi possível, devido a gripe suína. Para 2010, eu espero que toda essa felicidade em dobro. Não só para mim, mas para você que está lendo, para minha família, meus amigos, vizinhos, e para todos os meus irmãos seres humanos que possuem um coração. :) É isso. O ano acabou. E agora? O que eu faço? Acho que vou somente seguir um conselho que recebi meio sem querer. Vou deixar a vida me levar. Menos para onde eu não quero ir. Termino com um FELIZ 2010 e uma música para vocês que no momento está em minha cabeça! Não se esqueça de mim em suas orações antes de dormir. õ/

Vou deixar
Skank
Composição: Samuel rosa / Chico Amaral

Vou deixar a vida me levar Pra onde ela quiser
Estou no meu lugar
Você já sabe onde é...

Não conte o tempo por nós dois
Pois a qualquer hora
Posso estar de volta
Depois que a noite terminar...

Vou deixar a vida me levar
Pra onde ela quiser
Seguir a direção
De uma estrela qualquer...

Não quero hora pra voltar
Não!
Conheço bem a solidão
Me solta!
E deixa a sorte me buscar...

Nananã!
Eu já estou na sua estrada
Sozinho, não enxergo nada
Mas vou ficar aqui
Até que o dia amanheça
Vou esquecer de mim
E você se puder
Não me esqueça...

Vou deixar o coração bater
Na madrugada sem fim
Deixar o sol te ver
Ajoelhada por mim
Sim!...

Não tenho hora pra voltar
Não!
Eu agradeço tanto a sua escolta
Mas deixa a noite terminar...

Eu já estou na sua estrada
Sozinho, não enxergo nada
Mas vou ficar aqui
Até que o dia amanheça
Vou esquecer de mim
E você se puder
Não me esqueça...

Não, não, não quero hora
Pra voltar, não
Conheço bem a solidão
Me solta!
E deixa a sorte me buscar
Não, não, não tenho hora
Pra voltar, não
Eu agradeço tanto a sua escolta
Mas deixa a noite terminar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário