6 de janeiro de 2010

Reality show


Queria poder te observar o dia todo amor. Como num reality show. Esse show seria em tempo integral. E exclusivo. Só eu o veria. Em teus momentos de angústia, eu choraria tempestades apenas para que não chores sozinho. Me alegraria teus momentos de felicidade, apenas por vê-lo feliz. Não comeria se passasse fome, pois se ela te levasse, também me levaria. E se tu amasses... Ah, se tu amasses! Teria a maior sorte do mundo aquela que você ama e mesmo assim não seria digna de seu amor. Se amasses eu sentiria uma dor imensa em meu peito. No entanto, sua felicidade a consolaria. E quando o show acabasse... A única telespectadora se acabaria, afinal, não existe reality show sem telespectador, nem telespectador sem seu reality show.

Nenhum comentário:

Postar um comentário