22 de fevereiro de 2010

Ciclo Miserável


Essa vontade me suga feito um vampiro sedento de sangue. Esse amor me devora feito um selvagem imensamente faminto. Essa tristeza me consome... Ah! Quão triste é o amor. Quantas comparações exageradas. Para quê tudo isso se o que eu quero é apenas amar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário