5 de fevereiro de 2010

Por ti


Olhando para o céu estava ela
Encostada na janela
Carregando uma flor bela
E de repente gritou:
“Tu morreste por ela,
Agora, por ti, eu também vou!”
E do décimo quinto andar se atirou

Ao chegar no paraíso, ela o encontrou
Foi quando ele sussurrou:
“Não morri por ela,
Morri por ti, que um dia meu amor rejeitou.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário