15 de março de 2010

Dorme menina


O vento corre e grita pela ruela.
O frio cortante atravessa pela janela.
Ele arrepia a dormente menina bela.
Sacudindo a cortina,
Deixa entrar a neblina
Que cobre a menina
Sem seu cobertor.
Onde estava o cobertor?
Estava com seu amor,
Que foi embora e não mais voltou.

Um comentário:

  1. fiquei com sono...huashsuhsauauhauaasuh...
    brincadeira, fico massa!!

    ResponderExcluir