4 de abril de 2010

Como duas crianças...


Nos teus braços eu desejo,
entre abraços e beijos,
brincar e amar.
Como duas crianças
que não se preocupam com o jeito ,
que não tem compostura a ser perdida,
que apenas vivem a vida,
que se enfrentam peito a peito
e voltam a brincar e amar.

2 comentários:

  1. que lindo amooor ++ ameeei *----*

    ResponderExcluir
  2. Eles são duas crianças
    ...
    Ele lá lhe disse a medo
    o meu nome é Pedro
    e o teu qual é?
    ...

    Uma ternura!
    Beijo mimado

    Manuela Fonseca

    ResponderExcluir